Mexendo no blog


A dois dias do Natal e a pouco mais de uma semana do ano novo, é inevitável pensar em retrospectivas. Na falta de notícias mais relevantes que a Corrida de São Silvestre, meios de comunicação aproveitam o período de reflexão para refrescar nossa curta memória com fatos importantes ocorridos ao longo do ano. Deveríamos, mesmo, lembrar deles para não cometer os mesmos erros no ano seguinte.

Pensei em listar os muitos avanços que este país varonil obteve entre janeiro e dezembro (primeira morte em decorrência de terremoto, maior número de mortes em um acidente aéreo, maior demonstração coletiva de cara de pau num Senado, etc.) mas não vai faltar esse tipo de coisa nos telejornais e semanários em banca de jornal. Decidi olhar mais pra cima na hora de oferecer a todos um cartão de boas festas.

Meu desejo de Natal, como em todos os anos, é que a humanidade possa ganhar perspectiva; olhar para além das nossas mesquinharias e pequenas preocupações, e mais para as coisas que deveriam nos unir. Somos humanos, é verdade, eternamente sujeitos ao egoísmo… mas somos tão capazes de maravilhamento quanto de cinismo. Precisamos de maravilhamento mais que nunca.

Estação Espacial InternacionalEis, pois, meu voto de um ano novo muito especial para todos. Com vocês, as 12 melhores fotos sobre o Universo publicadas em 2007 no site que abre meu navegador de internet, todos os dias. Dois cometas, muitas estrelas e uma lua raramente vista por nós têm sobre mim o mesmo efeito que a vigília secreta da chaminé feita pelas crianças à espera do Papai Noel.

Muito obrigado a quem se dispôs a acompanhar estas linhas e ajudou este blog a juntar mil visitas em seu primeiro mês de vida. Agradeço especialmente àqueles que deixaram comentários, opiniões, portas abertas para o diálogo. Espero desfrutar da companhia de vocês no ano que vem. Boas festas!


Autor de blog também entra em recesso! Reabriremos após 3 de janeiro.

Conheço muitos brasileiros que tiram sarro do Engrish nipônico, mas “livre redação” é o que não falta neste país. A singela espécie de maçã retratada abaixo atende pelo nome de Granny Smith. Mas nem todo mundo tem respeito pela vovó…

Maçã Grasmiti

Eu sei, é muito pouco para quem espera novos posts neste blog. Culpem minha gripe, que sufoca meu cérebro em muco e impede que meu raciocínio funcione. Peço aos meus cinco leitores um pouco de paciência. Volto em uns dois dias.

Depois de alguns anos afastado dos textos na Web, resolvi voltar a escrever, sem compromisso com nada além de satisfação pessoal. Caro leitor, se chegou aqui por convite de alguém, agradeço a visita e espero que o espaço lhe seja agradável. Se chegou por acaso, seja bem-vindo da mesma maneira; espero que encontre algo que valha a pena. Gostando ou não, clique em “Comments”, registre-se e deixe um recado dizendo o que achou. Ficarei muito agradecido.